Pesquisar este blog

terça-feira, 24 de maio de 2016

É apropriado utilizar o termo Corpo Governante?

É apropriado utilizar o termo
Corpo Governante?

O Corpo Governante é um pequeno grupo de cristãos maduros que supervisiona as Testemunhas de Jeová no mundo inteiro. Eles supervisionam a preparação da instrução bíblica recebida por meio das publicações, reuniões e escolas das Testemunhas de Jeová (Lucas 12:42). Além disso, administram a obra das Testemunhas de Jeová em todo o mundo, o que inclui supervisionar a obra de pregação e o destino dos donativos.
Algumas pessoas levantam a objeção de que é errado chamar esse grupo de pessoas por esse termo. Essas pessoas citam Mateus 23:8-11, onde diz:

Mas vocês não sejam chamados ‘Rabi’, pois um só é o seu instrutor, e todos vocês são irmãos. Além disso, não chamem a ninguém na terra de seu pai, pois um só é o seu pai, o celestial. Nem sejam chamados de líderes, pois o seu Líder é um só, o Cristo.”

Alguns indivíduos mal intencionados afirmam que ao chamar “governante”, está dando um título religioso, tal como o condenado por Jesus quando disse: “não sejam chamados líderes”. Mas o que esses termos realmente significam? Poderíamos relacionar o texto de Mateus com o termo corpo governante?
É bem verdade que o termo “corpo governante” não se encontra na Bíblia, mas podemos analisar que de acordo com as escrituras é adequado utilizar essas palavras. É utilizada a palavra corpo porque no primeiro século os apóstolos e os anciãos em Jerusalém serviam como corpo para orientar e aconselhar as congregações. Esse “corpo” resolveu o problema da distribuição dos alimentos, por nomearem uma comissão de homens habilitados para cuidar do assunto; pelo envio de Pedro e João a Samaria, para ajudar os novos discípulos ali; pela sua ação, como corpo, em conjunto com outros anciãos ao enviarem quatro “homens de liderança”, inclusive Paulo, para levar a Antioquia sua decisão a respeito dos gentios convertidos ao cristianismo; e pela maneira em que aconselharam Paulo sobre o proceder a seguir entre os judeus em Jerusalém. — Atos 6:1-6; 8:14; 15:1, 2, 22-32; 21:17-26.
O que o texto de Mateus condena é a distinção de uma classe clerical que honra a si mesma com títulos altissonantes e se coloca acima dos leigos tais como vemos hoje, por exemplo: padre, reverendo, cardeal, monsenhor, senhor, papa, etc.
Vejamos o que diz a Despertai de 08 de agosto de 1992, página 13:
“Se um homem deseja o cargo de bispo, deseja uma boa obra”, escreveu Paulo a Timóteo. (1 Timóteo 3:1, RJ) Contudo, segundo The New Jerusalem Bible (A Nova Bíblia de Jerusalém), o versículo reza: “Desejar ser ancião presidente é desejar uma nobre tarefa.” Os primitivos cristãos que tinham deveres de responsabilidade eram chamados de “anciãos” e “superintendentes”. Usavam-se tais termos como títulos? Não. Esses homens jamais foram chamados de “Bispo Pedro” ou “Ancião Tiago”. É por isso que os varões cristãos maduros entre as Testemunhas de Jeová que servem à congregação como anciãos jamais usam o termo “ancião” como título. Os termos “ancião” e “superintendente” (bispo) aplicam-se àqueles que ocupam uma posição de autoridade e responsabilidade. Esses termos descrevem também as qualificações dos homens designados e o trabalho que realizam.

Percebemos que embora as Testemunhas de Jeová usem o termo bíblico de ancião aos que tomam a dianteira, estes termos não são usados como títulos, eis a diferença.
No entanto, Paulo afirmou que haveria pessoas que iriam governar, liderar, guiar. – Hebreus 13:7, 17, 24.

Lembrem-se dos que exercem liderança entre vocês.... Sejam obedientes aos que exercem liderança entre vocês...
Tradução do Novo Mundo

            Lembrai-vos dos vossos pastores.... Obedecei a vossos pastores.... Saudai a todos os vossos chefes....
João Ferreira de Almeida (Edição Revista e Corrigida)

            Lembrai-vos de vossos guias...
Bíblia Sagrada, 2.ª edição, Centro Bíblico Católico, traduzida mediante a versão dos Monges de Maredsous (Bélgica)

            Lembrem dos seus primeiros líderes espirituais.... Obedeçam aos seus líderes....
Bíblia Sagrada: Nova Tradução na Linguagem de Hoje

Não podemos relacionar a palavra “lideres” de Mateus com a palavra líderes de hebreus, pois dessa forma a própria Bíblia iria se contradizer. Devemos entender todo o contexto e o sentido que os termos devem fazer.
A revista A Sentinela de 1973, página 511 nos diz:

Algumas formas da mesma palavra grega encontram-se em Mateus 2:6; Lucas 22:26; Atos 7:10; 15:22, onde o significado é similar, a saber, o de governar, atuar como chefe ou tomar a dianteira. A versão grega dos Setenta usa uma forma desta palavra ao verter Malaquias 1:8: “Leva-o perto ao teu governador [gr.: hegouménōi], por favor.”
Assim se torna evidente que havia determinadas pessoas que governavam a congregação cristã pela liderança e pela orientação que forneciam aos irmãos em obras justas e princípios piedosos.
A palavra “governar”, do verbo latino gubernare, deriva-se da palavra grega kybernáo, que tem o significado básico de “dirigir ou pilotar navio, guiar, governar”. (Century Dictionary and Cyclopedia, Vol. III, págs. 2584, 2585) Por este motivo, “governador”, em certas línguas, pode referir-se ao mecanismo duma máquina, que controla e regula sua velocidade ou pressão. “Corpo governante”, portanto, pode referir-se ao instrumento que administra um plano de ação e dirige, orienta e regulamenta uma organização.
Comentando a palavra grega da qual se deriva a palavra “governar”, o Dicionário Expositivo de Palavras do Novo Testamento de W. E. Vine (Vol. II, p. 168, em inglês) diz: “kubernao, guiar (daí em ingl.: governar), denota (a) direção, pilotagem [veja Atos 27:11]; (b) metaforicamente: governos ou governanças, aplicada aos que agem como guias numa igreja local, 1 Cor. 12:28.” Este texto, 1 Coríntios 12:28, reza: “E Deus tem colocado os respectivos na congregação, primeiro apóstolos; segundo profetas, terceiro instrutores depois obras poderosas; depois dons de curar; serviços prestimosos, capacidades de dirigir [gr.: kybernéseis].”
A Versão dos Setenta, traduzindo a palavra hebraica tahhbuláh, significando ‘pilotagem, orientação’, usa esta palavra grega, como, por exemplo, em Provérbios 1:5: “Homem de entendimento é aquele que adquire orientação [gr.: kybérnesin].”

Portanto, fica claro que o termo “corpo governante” é bíblico e, ainda mais, desmente os que falam que os cristãos devem ser independentes e não devem ter ninguém para orientá-los.
As Testemunhas de Jeová não enaltecem nem dão honra indevida a alguém, pois “todos são irmãos”, mas seguem as orientações daqueles que Deus os incumbiu, pois sabem que Jesus os guia.

Assim diz Jeová:
“O lucro do Egito, a mercadoria da Etiópia e os sabeus, homens altos,
Virão a você e se tornarão seus.
Eles andarão acorrentados atrás de você.
Virão e se curvarão na sua frente,
Dizendo-lhe com reverência: ‘Deus certamente está com você,
E não há outro; não há outro Deus.’”

 - Isaías 45:14.

3 comentários:

  1. Excelente artigo mano, muito bem abordado e esclarecedor!' ( Mateus 24;45-47).

    ResponderExcluir
  2. Interessante o artigo, muitos críticos tendem a pensar sobre esse ponto de vista como sendo posições de destaque e não responsabilidades de dirigir e organizar seus bens aqui na terra, as escrituras declaram que os que toma a dianteira merecem dupla honra, e é muito elogiavel desses irmãos que dedicam sua vida inteiramente para o reino deixando de seguir uma carreira no mundo, mais preferem servir a Jeová e eles esquecem que os irmãos tratam os membros do corpo governante como colaboradores de nossa fé e não como amos de nossa fé

    ResponderExcluir
  3. Então fica claro que o termo denota uma ação, a de dirigentes, e não títulos honoríficos, pois nunca são dados à indivíduos de forma solitária como títulos. Nós podemos falar que fulano faz parte do Corpo Governante, mas dizer que fulano é Governante, tal expressão nunca é usada. Governante Fulano, Ancião Cicrano, nunca se usa tais termos dentro da organização. Bem diferente da Cristandade, onde vemos Padre Fulano, Bisco Cicrano, Pastor Beltrano.

    Muito bom o artigo, me ajudou a raciocinar a respeito.

    Que Jeová os abençoe por nos ajudar quando possível.

    ResponderExcluir